[URGENTE] 🚨 Confirmado: Vai ter evento presencial da Feedz em São Paulo! #FeedzDay

Rotatividade de Pessoal: O que é, como calcular e como diminuir?

Saiba o que pode estar causando a alta rotatividade de pessoal na sua empresa, quais os custos que esse problema traz e como evitá-lo.

Embora seja natural que alguns profissionais mudem de emprego de tempos em tempos, é preciso ligar o sinal de alerta quando a rotatividade de pessoal de uma empresa atinge um patamar muito elevado.

 Afinal, o alto índice de demissões, sejam elas voluntárias ou não, podem esconder problemas muito mais sérios da gestão de pessoas, além de trazer uma série de prejuízos financeiros para o negócio.

 Quer se aprofundar mais neste assunto e entender como evitar que ele se torne uma dor de cabeça por aí? Então vem com a gente!

O que é Rotatividade de Pessoal?

A rotatividade de pessoal, também conhecida como turnover, faz parte do grupo de métricas que a gestão de pessoas, o RH e o Departamento Pessoal não podem deixar de acompanhar de jeito nenhum.

Ela se refere, basicamente, à porcentagem de colaboradores que deixaram a empresa em determinado período e ajuda a ampliar a compreensão do RH sobre a atual situação da companhia.

No geral, o índice de rotatividade de colaboradores leva em consideração dois tipos diferentes de desligamento de funcionários:

  • As demissões voluntárias, nas quais é o próprio colaborador que opta por sair da empresa;
  • E as demissões involuntárias, que é quando o empregador opta por desligar um funcionário.  

Seja qual for o cenário, uma coisa é certa: a alta rotatividade de profissional é um sinal claro de que algo não está indo bem em pelo menos um aspecto da gestão de pessoas. Na sequência, vamos falar mais sobre isso.

Turnover e Rotatividade

 

Quais as causas da Rotatividade de Pessoal?

Ao notar que o índice de rotatividade de pessoas da sua empresa está mais alto que o normal, a primeira coisa que você precisará fazer é identificar o que pode estar por trás deste problema – e já adiantamos que há mais de uma opção a ser explorada.

Para facilitar essa tarefa, preparamos uma lista com as maiores causas do turnover nas empresas atualmente:

 

1.      Problemas com a liderança

Os líderes possuem um impacto significativo no dia a dia dos colaboradores de uma empresa e, obviamente, isso se aplica tanto para o bem quanto para o mal. Tanto que os conflitos com o gestor direto estão entre as principais causas de demissão voluntária.

Para se ter uma ideia, um levantamento feito pela consultoria de recrutamento Michael Page revelou que 8 em cada 10 profissionais optam por trocar de emprego justamente por esse motivo!

 

2.      Clima organizacional ruim

Como já dissemos outras vezes, a construção de um bom clima organizacional diz muito sobre a produtividade de uma empresa, além de ser determinante para a atração e retenção de talentos.

Em contrapartida, trabalhar em um ambiente tóxico é capaz de minar a motivação de qualquer um e fazer com que os colaboradores de uma empresa não pensem duas vezes antes de aceitar outra oportunidade de emprego.  

O Guia Definitivo para Criar um Ambiente de Trabalho Feliz

 

3.      Incompatibilidade com a cultura da empresa

Quando alguém começa a trabalhar em uma empresa que está alinhada com os seus valores e propósitos pessoais, há grandes chances de que ela se dê bem nesse trabalho e queira permanecer ali por mais tempo.

Quando o pedido de demissão é consequência de uma incompatibilidade com a cultura organizacional da empresa, há grandes chances de que alguém tenha cometido um erro na hora de avaliar o fit cultural do candidato ao longo do processo seletivo.

 

4.      Falta de reconhecimento pelo bom desempenho

Se você ainda tem dúvidas sobre a importância de reconhecer um trabalho bem feito, nós temos um dado interessante para compartilhar: ao menos 27% dos trabalhadores brasileiros pediriam as contas de uma empresa caso ela não reconhecesse seu valor.

Esse, inclusive, foi o motivo de demissão mais citado em uma pesquisa realizada pela FIA Employee Experience, em 2020, que contou com a participação de 150 mil profissionais.

👉 13 ideias para reconhecimento de funcionários

 

5.      Poucas oportunidades de crescimento ou desenvolvimento

Existe uma frase muito conhecida da Frida Kahlo, pintora mexicana, que diz o seguinte:

Onde não puderes amar, não te demores”.

Bom, trazendo para a realidade de muitos profissionais, ela poderia muito bem ser adaptada para a seguinte versão:

onde não puderes crescer, não te demores!

Em outras palavras: se a sua empresa não oferecer oportunidades de crescimento aos colaboradores, há grandes chances de que eles partam para um lugar que ofereça.

 

6.      Jornadas de trabalho exaustivas

Já não é de hoje que a busca por equilíbrio entre a vida pessoal e profissional passou a ser a prioridade de muitas pessoas.

Com a pandemia, isso cresceu ainda mais e fez com que um número maior de talentos deixasse empresas com uma carga de trabalho esmagadora para procurar oportunidades em locais que entendessem a importância de uma rotina mais equilibrada.

 

7.      Remuneração e benefícios pouco atrativos

Para completar a lista, temos duas causas bem conhecidas: remuneração e benefícios.

👉 Beneflex: O que é e quais as vantagens em se adotar?

Oferecer opções compatíveis (pelo menos!) com o que o mercado oferece nesta frente não apenas ajudará a sua empresa a atrair bons profissionais, mas a mantê-los por mais tempo também.   

 

Como calcular a Rotatividade de Pessoal?

Como mencionamos lá no começo do post, a rotatividade de funcionários é uma métrica muito importante para o RH. Mas como calculá-la, afinal?

A conta é relativamente simples: basta somar o número de colaboradores admitidos em um determinado período com o número de demitidos no mesmo espaço de tempo e dividir o resultado da soma por dois.

O número obtido, então, deverá ser dividido pelo número total de colaboradores ativos da empresa (dentro do mesmo intervalo) e multiplicado por 100 para a obtenção da porcentagem!

Lembrando que o ideal é sempre comparar os resultados com o histórico anterior, para ter uma visão clara da evolução (positiva ou negativa) da rotatividade de pessoal da empresa.  

 

👇 Calcule em segundos a taxa de turnover da sua empresa com a nossa calculadora. 👇
Preencha os campos e baixe o relatório com devolutivas importantes para
aumentar a performance da sua equipe, manter talentos e ter controle de rotatividade.

CTA_-Calculadora-Turnover

 

Qual é o custo da Rotatividade de Pessoal?

Além de estar atrelada com uma série de possíveis problemas na gestão de pessoas, a alta rotatividade de pessoas também é bastante custosa para o negócio (financeiramente falando, mesmo).

Quando um colaborador deixa a empresa, seja por decisão própria ou não, isso inevitavelmente implica em custos com:

  • Processo demissional;
  • Abertura de um novo recrutamento;
  • E Onboarding.

É bem provável, ainda, que a empresa precise lidar com a sobrecarga de outros funcionários da equipe, que talvez precisem absorver algumas atividades a mais, e até mesmo com possíveis custos com horas extras.

Outro efeito colateral da alta rotatividade de pessoal é a perda de produtividade da equipe que está desfalcada, o que também reflete em perda financeira.

 

Como a Feedz ajuda a diminuir a Rotatividade de Pessoal

Agora que você já sabe o quão grave um índice de turnover elevado é, deve estar se perguntando como reduzir o turnover e evitar esse problema na sua empresa, certo?

Bom, há muitas estratégias que podem ser adotadas para diminuir a rotatividade de colaboradores, mas gostaríamos de chamar a sua atenção para uma em específico: o acompanhamento da satisfação dos funcionários!

Ouvir o que os talentos têm a dizer sobre a empresa, seja por meio de One on Ones, ENPs e Pesquisas do RH, é fundamental. E é justamente aí que a plataforma da Feedz pode ajudar.

Além de contar com módulos que mapeiam o engajamento das equipes em tempo real, a Feedz também auxilia com as avaliações de desempenho e a construção de planos individuais de desenvolvimento – ou seja, tudo o que é preciso para construir um time mais feliz.

Quer saber mais? Solicite uma demonstração grátis agora mesmo e veja como a plataforma mais completa do mercado quando o assunto é aumentar o engajamento e a performance dos colaboradores pode contribuir com a sua empresa!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Larissa Gracietti

Larissa Gracietti

Voar pelo conteúdo

A plataforma completa para aumentar o engajamento e desempenho de colaboradores

Assine nossa newsletter!

Outros conteúdos que você pode gostar