People Analytics: o que é, vantagens e como aplicar na sua empresa

Grupo de três profissionais olhanda para gráficos e trocando ideias.

Os dados s√£o o novo petr√≥leo. Quem nunca ouviu essa frase por a√≠? As informa√ß√Ķes sobre processos, pessoas e produtos agregam valor a qualquer setor e podem ser usados como um diferencial competitivo. Na √°rea de gest√£o de pessoas, o People Analytics √© o respons√°vel por trazer as vantagens da capta√ß√£o e an√°lise de dados.¬†

De acordo com uma pesquisa da Bersin, 78% das empresas enxergam como urgente a adoção de práticas de análise de dados para dentro da área de RH, porém, apenas 7% delas afirmam já ter alguma ação nesse sentido. 

Se sua empresa ainda não adotou o People Analytics, agora é a hora de começar a usar essa estratégia e virar o jogo.

Quer motivos? Uma pesquisa da Harvard Business Review mostrou que o uso dessa ferramenta proporciona:

  • 50% mais chances de acertos nos processos de recrutamento e sele√ß√£o;
  • 35% menos atrito entre membros da equipe;
  • 20% a mais de desempenho;
  • 4% melhor a receita por funcion√°rio.

Entenda melhor o que é e como aplicar o people analytics na sua empresa. 

 

O que é People Analytics

A metodologia People Analytics consiste na coleta, organiza√ß√£o e an√°lises de dados de forma estrat√©gica, transformando informa√ß√Ķes gerenciais em insights valiosos que norteiam a tomada de decis√£o dos gestores e √°reas de gest√£o de pessoas.

Existem in√ļmeras vantagens que a implanta√ß√£o deste tipo de ferramenta proporciona ao setor de gest√£o de pessoas. Entre elas, podemos citar mais agilidade e efici√™ncia nos processos de RH, como:

  • contrata√ß√Ķes;
  • feedbacks;
  • desligamentos;
  • promo√ß√Ķes;
  • pol√≠ticas internas;
  • clima organizacional;
  • comunica√ß√£o interna;
  • benef√≠cios;
  • employer branding,
  • entre outros.

Além de economia de tempo e redução de custos que impactam diretamente no orçamento.

Empresas como Xerox, AT&T, Goldman Sachs e Bank of America, além da pioneira Google, atribuem a melhoria dos processos de trabalho ao uso do People Analytics na gestão de pessoas.

Para o professor da San Francisco State University e especialista em gestão de recursos humanos, John Sullivan, a experiência do Google mostra que o People Analytics na gestão de pessoas possibilita definir as características das melhores lideranças e o melhor papel dos gestores.

 

Vantagens de adotar o people analytics na gestão de pessoas 

As novas tecnologias têm impactado de forma definitiva o setor de RH. Com o apoio de uma ferramenta de People Analytics as empresas conseguem entender melhor seus colaboradores, identificar oportunidades e resolver problemas de forma simples e em tempo real.

Entenda as vantagens de utilizar recursos tecnológicos inovadores para aperfeiçoar os processos de gestão de pessoas.

 

1. Melhoria contínua na performance 

A forma como fomos ensinados a gerenciar √© perfeito em um mundo que n√£o existe mais. Vivemos uma era diferente, em que o trabalho est√°vel e apenas o ‚Äúter reconhecimento‚ÄĚ foram substitu√≠dos por v√°rios outros anseios e talvez o maior deles seja o prop√≥sito.

As pessoas não pedem demissão apenas por dinheiro, né? Elas largam a empresa e, principalmente, seus chefes.

Ouvimos muitos coment√°rios do tipo: ‚ÄúA comunica√ß√£o √© falha‚ÄĚ, ‚ÄúN√£o me d√£o valor no trabalho‚ÄĚ, ‚ÄúSomos tratados como n√ļmero‚ÄĚ, ‚ÄúFalta orienta√ß√£o‚ÄĚ, ‚ÄúN√£o sei onde devo melhorar‚ÄĚ.

A situação é grave! Cerca de 72% das pessoas estão infelizes nas empresas e o custo de desengajamento já ultrapassa os US$ 550bi, apenas nos EUA.

O fato √© que avalia√ß√£o anual de desempenho, pesquisas de clima enormes e feedbacks desestruturados em ciclos n√£o funcionam mais em um mundo em que o jovem troca de emprego, em m√©dia, 3x ao ano, segundo a Forbes. √Č um processo extremamente quebrado!

Então como realizar uma gestão moderna, com acompanhamento contínuo e apoiada em dados? 

Plataformas de People Analytics permitem empoderar os diretores e gestores, de maneira a identificar com mais precisão as medidas que devem ser adotadas pelas lideranças para melhorar os resultados e, também, na identificação e retenção de talentos.

 

2. Colaboradores felizes e produtivos 

Criar um ambiente de trabalho feliz e saudável para os funcionários é altamente benéfico para as empresas. Isso porque é comprovado que colaboradores satisfeitos e engajados são altamente produtivos.

Além disso, pessoas motivadas faltam menos ao trabalho e permanecem por mais tempo na empresa.

Algumas formas de analisar e impulsionar a felicidade dos colaboradores √© usar o term√īmetro de humor e medir o n√≠vel de satisfa√ß√£o e de engajamento do profissional por meio de feedbacks cont√≠nuos e comunica√ß√£o interna eficiente.

 

3. Gestão de pessoas mais humana 

Ao adotar a tecnologia para promover uma gestão de pessoas otimizada e descentralizada, com foco no engajamento e na relação entre líder e liderado, as empresas podem dedicar cada vez mais atenção e recursos à formação e desenvolvimento de suas equipes.

A iniciativa tamb√©m viabiliza a humaniza√ß√£o das rela√ß√Ķes de trabalho e permite que as empresas avaliem o reflexo desta pr√°tica no desempenho das pessoas e na identifica√ß√£o de potencialidades que s√£o ben√©ficas para o sucesso da empresa.

As vantagens da aplica√ß√£o do People Analytics na gest√£o de pessoas mostram como o uso de dados para apoiar as decis√Ķes do RH pode ajudar a aprimorar os resultados.

 

Como utilizar o People Analytics na pr√°tica

Para começar a traçar uma estratégia de People Analytics e colher todos os benefícios dessa prática, a área de gestão de pessoas precisa criar um plano de coleta e armazenamento de dados.

Só assim, será possível ter insumos suficientes para tirar insights positivos. Comece por esses passos:

 

1. Colete dados e unifique seu armazenamento

Dados s√£o a base do People Analytics. Portanto, o primeiro passo para come√ßar a implantar essa ferramenta √© coletar informa√ß√Ķes.

A maior parte das empresas guarda seus dados de forma descentralizada: o RH tem os dados cadastrais do colaborador, o financeiro os dados banc√°rios, o gestor direto os dados de performance e assim por diante.

Para come√ßar a estruturar as informa√ß√Ķes do neg√≥cio √© preciso unificar essa fonte de dados, assim, cria-se um perfil completo sobre cada colaborador, com uma vis√£o mais abrangente.

Mas o que as informa√ß√Ķes pessoais t√™m a ver com os dados de performance? Voc√™ pode estar pensando. A resposta √©: tudo.

people analytics
Com os dados certos na m√£o voc√™ toma decis√Ķes mais estrat√©gicas.

 

No People Analytics se tem uma visão integral do colaborador. Ao saber que o profissional tem filhos, é possível entender por que fica desmotivado quando precisa fazer hora extra, por exemplo.

A partir disso √© poss√≠vel pensar em a√ß√Ķes que melhorem o equil√≠brio e desenvolvimento pessoal e profissional, aumentando a performance do colaborador.

As boas e velhas planilhas j√° n√£o s√£o t√£o √ļteis ou eficientes nesse caso. O People Analytics funciona com informa√ß√Ķes em tempo real, e por isso o uso de planilhas pode n√£o ser a melhor estrat√©gia.

O ideal √© contar com ferramentas e plataformas espec√≠ficas para isso, como a da Feedz, que mede em tempo real a satisfa√ß√£o dos colaboradores, registra as reuni√Ķes one-on-ones e feedbacks, automatiza e facilita a gest√£o do desempenho e d√° um panorama sobre o atingimento das metas com o OKR.

 

 

 

2. Faça pesquisas com os colaboradores

Com o ambiente preparado para receber os dados é hora de começar a alimentar a base. 

Al√©m das informa√ß√Ķes b√°sicas que mencionamos, uma estrat√©gia efetiva de People Analytics √© coletar dados peri√≥dicos sobre performance e evolu√ß√£o do colaborador, al√©m de engajamento e satisfa√ß√£o.

Pesquisas s√£o a melhor ferramenta para essa coleta, as principais s√£o:

  • Avalia√ß√£o de desempenho: mede a evolu√ß√£o das habilidades t√©cnicas e comportamentais do colaborador;
  • eNPS: mede o n√≠vel de satisfa√ß√£o dos colaboradores com a empresa;
  • Pesquisa de clima: mede o clima do ambiente de trabalho que impacta na motiva√ß√£o e engajamento.

Al√©m dessas peri√≥dicas, √© poss√≠vel fazer pesquisas avulsas para entender quest√Ķes pontuais, como: efetividade das reuni√Ķes, defini√ß√£o de um plano de home office, clareza da comunica√ß√£o, satisfa√ß√£o com as a√ß√Ķes de aprimoramento, entre outros.¬†

 

3. Mantenha o histórico dos dados e faça análises a partir deles

No ambiente unificado de armazenamento desses dados é preciso ter um registro organizado, dividido por:

  • tipo de dado;
  • setor;
  • colaborador.

O ideal é contar com ferramentas que possibilitem fazer diferentes filtros para acessar o histórico dos dados. Por exemplo, se o gestor de uma área quer saber a sazonalidade do engajamento de seu time, deve ser possível filtrar apenas os dados de engajamento para determinada equipe.

Outro exemplo: se o gestor quer promover um colaborador deve ser possível acessar todos os dados que a empresa tem sobre ele, para poder ter uma visão completa de sua evolução e comprometimento. 

Com o hist√≥rico organizado, √© poss√≠vel usar as informa√ß√Ķes como insumo para in√ļmeras decis√Ķes, fugindo um pouco da quest√£o gerencial.

Se a empresa quer abrir uma frente em um novo nicho de mercado, por meio dos dados √© poss√≠vel entender quais as qualifica√ß√Ķes dos colaboradores e se a empresa j√° tem os talentos necess√°rios para a fase de testes.

Dessa forma, os custos s√£o otimizados, uma vez que novas contrata√ß√Ķes s√≥ ser√£o feitas a partir da valida√ß√£o do novo mercado.¬†

 

4. Conte com a tecnologia e ferramentas

As possibilidades para cruzamento de dados e an√°lises s√£o in√ļmeras, assim como as vantagens de se fazer isso. Mas √© preciso ter apoio de uma ferramenta eficaz de armazenamento e an√°lise de dados.¬†

No come√ßo, uma tabela de excel √© o suficiente para fazer tal organiza√ß√£o, mas com o aumento do volume de dados √© preciso procurar um software para apoiar as a√ß√Ķes do People Analytics. Na hora de procurar por essa ferramenta, se certifique que ela:

  • aceita dados em diferentes formatos (fotos, PDF, arquivo de texto, CSV);
  • tem gest√£o de acessos, permitindo que cada n√≠vel acesse apenas os dados necess√°rios;
  • √© hospedada em um servidor seguro e mant√™m backup da base de dados;
  • est√° em conformidade com a Lei Geral de Prote√ß√£o de Dados;
  • apresenta dashboards e gr√°ficos de f√°cil an√°lise;
  • permite utilizar diferentes filtros;
  • permite acessos simult√Ęneos.

 

Alavanque sua empresa com o People Analytics

Usar informa√ß√Ķes para basear decis√Ķes estrat√©gicas √© o futuro e torna o neg√≥cio mais eficiente ao passo que melhora o engajamento dos colaboradores.

O People Analytics permite a coleta e an√°lise de dados para tornar a empresa mais inteligente e melhorar ainda mais o relacionamento e a gest√£o de pessoas.

Se você ficou interessado em adotar o People Analytics na sua empresa, solicite uma demonstração gratuita e sem compromisso da Feedz e veja como tirar o melhor proveito dos dados e insumos no RH!

√Č s√≥ preencher os dados aqui embaixo que entraremos em contato com voc√™ ūüĎá

simbolo_color

A plataforma completa para aumentar o engajamento e desempenho de colaboradores

‚úĒ Todas as ferramentas de gest√£o de pessoas em um s√≥ lugar
‚úĒ O software mais indicado para empresas acima de 25 colaboradores

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Artigos relacionados

Comprometimento no trabalho
10 ideias para aumentar o comprometimento no trabalho

Incentivar o trabalho em equipe, reconhecer os esfor√ßos, apostar na cultura do feedback e investir no desenvolvimento cont√≠nuo est√£o entre as a√ß√Ķes que ajudam a solucionar a falta de comprometimento no trabalho.