Feedback 360º: o que é, como fazer e exemplos

Feedback-360-graus

Os gestores das empresas precisam saber da existência e da importância do feedback 360º dos colaboradores. 

Essa ferramenta consegue transformar o comportamento dos funcionários, as demandas de trabalho e os retornos para a empresa. 

Por isso, neste artigo, falaremos tudo sobre esse tipo de análise completa, que também pode ser chamada de Avaliação 360º. Saiba mais!

 

O que é feedback 360º?

O termo em inglês “feedback” vem da junção das palavras “feed” (alimentar) e “back” (de volta).

Esse termo feedback é usado para se referir a um retorno de informação, ou seja, os pontos positivos e negativos sobre alguém que está sendo avaliado por realizar algo em determinado período.

Por isso, o feedback é um recurso muito utilizado dentro das empresas, já que avalia mostra ao profissional o que está indo bem e o que precisa ser corrigido

Desse modo, o feedback 360º é uma alternativa de avaliação mais ampla e que oferece múltiplas percepções. Entenda melhor a seguir!

 

Como funciona o feedback 360º nas empresas?

A avaliação 360 graus não é realizada apenas pelo gestor responsável pelo colaborador, mas também pelos colegas de trabalho, ele próprio (autoavaliação), lideranças, subordinados, fornecedores e até mesmo por clientes internos e externos.

O principal critério de seleção desses participantes nesse tipo de avaliação é que todos tenham contato com o avaliado durante o dia a dia de trabalho.

Esse formulário precisa avaliar os comportamentos do funcionário, considerando as metas e os resultados atingidos. 

Além disso, essa avaliação precisa ser confidencial e oferecer acesso apenas ao gestor e pelo próprio avaliado.

 

Para que serve a avaliação de 360º?

A avaliação 360 graus serve para identificar os pontos positivos do trabalhador e as competências que podem ser melhoradas.

Essa ferramenta também ajuda a desenvolver o profissional, já que os resultados mostram quais as qualidades e os possíveis defeitos que podem ser corrigidos.

O feedback também fornece informações importantes aos gestores, que podem tomar melhores decisões para o futuro da empresa.

Com esse tipo de ferramenta, o gestor também consegue mostrar os erros que estão atrapalhando a produtividade e a entrega dos resultados das equipes.

 

Como fazer um feedback 360º?

Vamos explicar como aplicar um processo de feedback 360 graus na sua empresa. Confira abaixo:

 

1. Defina as competências 

O primeiro passo é a definição das competências que serão avaliadas, que estão relacionadas com a missão e os valores da instituição.

 

2. Escolha os avaliadores

Os avaliadores precisam ser pessoas que trabalharam diretamente com o avaliado em algum momento, seja em um projeto ou na mesma equipe. O avaliado também fará sua autoavaliação.

 

3. Converse com os funcionários

Lembre-se de avisar todos os envolvidos sobre a importância de ser justo e verdadeiro ao avaliar uns aos outros e a si mesmos.

 

4. Elabore o formulário de avaliação

O formulário da avaliação 360 graus precisa ser desenvolvido de forma concisa e imparcial.

 

5. Faça a aplicação das avaliações

Esse é o momento de aplicar o formulário de avaliação em todos os participantes. O colaborador pode destacar os seus pontos fortes e fracos das suas competências.

O gestor pode mencionar o desempenho do funcionário em cada competência. Já outros participantes também podem avaliar as competências do avaliado.

 

6. Analise os resultados

Recolha as respostas de todos os avaliadores participantes do processo para analisar os resultados.

 

7. Dê o feedback ao colaborador

Agora é a hora de dar o feedback 360º ao funcionário para mostrar quais são suas melhores competências e quais são as dificuldades que podem ser superadas.

O responsável por dar esse retorno ao colaborador é o gestor do avaliado, através de uma conversa objetiva e agradável.

 

8. Ouça o profissional avaliado

Dê espaço para o trabalhador expressar suas opiniões sobre os resultados, já que esse é um momento de crescimento profissional.

 

Exemplos de feedback 360º

Se você está procurando modelos de avaliação 360 graus, então nós podemos mostrar alguns que podem servir como base para a sua empresa. Confira:

 

Modelo 1 de feedback 360 graus

Esse primeiro exemplo de avaliação 360 utiliza apenas 3 alternativas para as respostas: “Nunca”, “Às Vezes” ou “Sempre”. 

Possíveis perguntas relacionadas com as competências:

  • O avaliado é proativo no dia a dia? (Proatividade)
  • O colaborador é dedicado e procura atingir as metas estabelecidas? (Interesse)
  • O funcionário organiza suas demandas para entregar dentro do prazo? (Organização)
  • O profissional é flexível e se adapta bem às mudanças no decorrer das atividades? (Flexibilidade)
  • O trabalhador se socializa com os colegas de trabalho? (Sociabilidade)
  • O avaliado mostra que possui capacidade para se tornar líder? (Liderança)

 

Modelo 2 de avaliação 360

O exemplo 2 de feedback 360 graus utiliza 5 respostas diretas para os formulários: “Nunca”, “Pouco”, “Algumas Vezes”, “Muito” e “Quase Sempre”.

Perguntas para esse modelo, segundo algumas competências:

  • O avaliado não aceita com facilidade as decisões acordadas em grupo? (Trabalho em equipe)
  • Para tirar dúvidas, o colaborador consegue expor com clareza as suas necessidades? (Comunicação)
  • As opiniões contrárias do trabalhador são aceitas com respeito? (Trabalho em equipe)
  • Dá o seu melhor para que os resultados da equipe sejam os melhores possíveis? (Trabalho em equipe)
  • O trabalhador possui autoconfiança? (Liderança)

 

Modelo 3 de feedback 360º graus

No exemplo 3, utilizamos perguntas com 3 alternativas de respostas: “Nunca”, “Algumas vezes” e “Sempre”. 

Confira algumas possíveis questões e suas respectivas competências:

  • O avaliado cumpre os prazos estipulados por outros funcionários? (Organização)
  • Entrega resultados com qualidade para a empresa? (Eficiência)
  • É capaz de se comunicar de maneira assertiva durante os conflitos no trabalho? (Comunicação)
  • O funcionário é transparente na comunicação e não omite nenhuma informação? (Comunicação)
  • O colaborador consegue ouvir opiniões diferentes das suas? (Trabalho em equipe)
  • O trabalhador consegue ceder seu ponto de vista para aceitar a melhor decisão para a equipe? (Trabalho em equipe)

 

Quais as vantagens do feedback 360º graus?

Além de oferecer informações completas sobre o funcionário, o feedback 360º oferece outras vantagens, como: 

  • Os resultados são obtidos por diferentes perspectivas. 
  • Reduz o impacto dos conflitos entre o profissional e seu gestor, já que a avaliação possui participação coletiva.
  • Todas as equipes e setores podem ter suas opiniões representadas na avaliação.
  • Facilita o desenvolvimento e crescimento do colaborador. 
  • A empresa consegue entender todos os processos internos e buscar melhorá-los.

 

Quais as desvantagens do feedback 360º?

Também não podemos deixar de citar algumas desvantagens desse tipo de avaliação que podem ser representadas por possíveis riscos. Veja:

  • Usar a avaliação para prejudicar um profissional, mesmo que seja um ato antiético. 
  • A motivação e autoestima do avaliado podem ser reduzidas, se ficar insatisfeito com os resultados.
  • Os processos de criação, aplicação, avaliação dos resultados e feedback ao colaborador podem ser lentos e burocráticos, se a empresa não possuir ferramentas tecnológicas
  • Os resultados das avaliações não se encaixam e não chegam a nenhuma conclusão.

Importante lembrar que vale a pena correr esses riscos ao aplicar o feedback 360 graus, já que as chances dessas situações negativas acontecer são mínimas.

Afinal, os retornos dos resultados das avaliações 360º são essenciais para o desenvolvimento do colaborador, evolução do gestor e o crescimento da empresa.

 

Quando fazer uma avaliação 360º?

Se interessou pela avaliação e feedback 360 graus? Então planeje a execução dessa ótima ferramenta de desempenho profissional para começar a avaliar os funcionários.

O ideal é procurar manter uma frequência periódica para deixar os colaboradores cada vez mais confortáveis na hora de avaliar e ser avaliado. 

Além disso, o gestor que aplicar esse tipo de avaliação precisa levantar erros e acertos para melhorar cada vez mais essa ferramenta na empresa. 

O ideal é contar com ajuda da tecnologia que consegue aplicar as avaliações digitalmente e emitir relatórios automáticos.

E aí, gostou de aprender tudo sobre o feedback 360º? Então leia mais dicas para os gestores de RH no nosso blog. Bora voar com a Feedz! 🚀🚀🚀

Se inscreve aí na nossa news 🤩

Tá a fim de receber conteúdos incríveis como esse direto na sua caixa de entrada? Então é só colocar seu e-mail aqui embaixo e assinar a newsletter do Blog da Feedz!

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Artigos relacionados