Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Como promover a saúde mental no home office

A rotina do home office veio para ficar em muitas organizações. Por isso, assim como é importante cuidar da saúde física, também é importante prestar atenção à saúde mental dos colaboradores.

Os líderes de RH estão cada vez mais desenvolvendo estratégias para promover a saúde mental no home office. Aqui você vai encontrar algumas ferramentas e estratégias que podem ser usadas para promover a saúde mental dos colaboradores no home office.

 

Impacto que o home office pode ter na saúde mental

Trabalhar em casa por longos períodos de tempo pode começar a afetar nossa saúde mental. Alguns sentimentos comuns entre os colaboradores remotos estão:

  • isolamento, solidão ou desconexão com outras pessoas, tanto social e profissionalmente;
  • incapacidade de se desligar do trabalho, mesmo em momentos de descanso;
  • falta de motivação e engajamento com os projetos e tarefas;
  • dificuldade em priorizar sua carga de trabalho;
  • incerteza sobre o seu progresso e se está tendo um bom desempenho;
  • ansiedade, insônia e, em casos mais extremos, o burnout.

Para que as organizações sejam capazes de combater esses sentimentos, elas precisam saber como seus colaboradores estão se sentindo. Por isso, o ideal é promover uma pesquisa de clima perguntando como os colaboradores estão.

Depois que sua organização tiver em mãos as respostas dos colaboradores, vai ser possível desenvolver um plano de ação para promover a saúde mental no home office. 

Por exemplo, se a pesquisa de clima identificar que as pessoas não estão se sentindo estressadas e ansiosas, pode ser que o RH direcione seus esforços para continuar criando ações que mantenham essa boa saúde mental.

No entanto, se a pesquisa de clima identificar que os colaboradores estão sentindo a maioria dos sintomas descritos acima, é preciso planejar ações com iniciativas que vão combater esses sintomas e, consequentemente, promover a saúde mental e o bem-estar no trabalho remoto.

? RH do futuro: faça o teste e descubra se você está preparado

 

Estratégias para promover a saúde mental dos colaboradores 

 

1. Esteja ciente do nível de estresse na organização

A promoção da saúde mental positiva em um ambiente de trabalho geralmente começa com a consciência do próprio estado mental e como isso pode afetar as interações com colegas, subordinados diretos e clientes.

Para isso, o RH pode incentivar os líderes e colaboradores a estarem cientes de sua saúde mental e ao criar ações para melhorá-la, toda a sua organização pode ser afetada positivamente.

 

2. Avalie a carga de trabalho

Conversar sobre expectativas, carga de trabalho e produtividade são fundamentais para entender o peso nas costas que os colaboradores estão sentindo.

Dessa forma, é possível criar ações para ajudar os funcionários a cumprir suas cargas de trabalho com menos estresse. Por exemplo, ter prazos flexíveis pode ajudar a aliviar a ansiedade.

 

3. Recomendar recursos de suporte

Outra estratégia que os empregadores podem adotar para apoiar suas equipes é recomendar uma variedade de recursos de bem-estar para ajudar os funcionários a se manterem saudáveis.

Criar comunicados com uma variedade de opções, como meditações, aulas de ioga, aulas de dança online gratuitas e muito mais, pode ajudar a inspirar os funcionários que estão lutando para melhorar sua saúde mental a encontrar soluções.

Inclusive criar ações em meses como o Janeiro Branco ou o Setembro Amarelo podem ser de grande ajuda.

 

4. Equipamentos e tecnologia

É importante que os funcionários tenham o equipamento certo para trabalhar no home office com eficácia. Isso também pode ajudar a evitar estresse.

Os empregadores devem verificar regularmente com os funcionários para avaliar como a tecnologia e o equipamento estão funcionando e fazer quaisquer melhorias.

 

5. Prestar atenção nos sinais de violência doméstica e abuso 

Durante a pandemia, houve um aumento da violência doméstica e do abuso. Também se tornou mais difícil para as pessoas se afastarem da pessoa que as abusa.

As organizações têm o dever de cuidar de seus funcionários e devem:

  • procurar sinais de violência doméstica;
  • responder apropriadamente;
  • apoiar alguém que está sofrendo violência doméstica;
  • manter um registro de incidentes no trabalho e quando os funcionários denunciam violência doméstica, e todas as medidas tomadas.

-> Leia mais: Qual o papel das empresas no combate à violência doméstica?

 

6. Ofereça horários flexíveis 

Principalmente para quem tem crianças em casa, é difícil se manter duas horas trabalhando direto, sem interrupções. 

Se essa era a rotina no escritório, ao ter que fracionar sua atenção em casa o colaborador se sente pressionado a cumprir direito suas horas e fica mais estressado. Por isso, afrouxar a cobrança por tempo de trabalho nesse momento é essencial. 

Existem duas maneiras de se fazer isso e ainda controlar a jornada: delimitar x horas de trabalho por dia que podem ser feitas da maneira como o colaborador preferir ou cobrar por metas e deixar a organização das horas para cumpri-las a cargo do profissional.

A Harvard Business Review recomenda que os líderes esperem que a situação e as necessidades de sua equipe e suas próprias continuem mudando. Por isso, devem verificar regularmente seus colaboradores, principalmente nos pontos de transição. 

O líder pode ajudar a resolver qualquer problema que surgir somente se souber o que está acontecendo.

Ter conversas regulares (as famosas one-on-ones) com os colaboradores também darão ao líder a oportunidade de reiterar as normas e práticas que apóiam a saúde mental. 

O artigo finaliza dizendo que flexibilidade inclusiva tem a ver com comunicação proativa e definição de normas que ajudam as pessoas a projetar e preservar os limites de que precisam.

? Trabalho flexível: características, vantagens e desvantagens

 

7. Mantenha a transparência nas informações

Não é porque não estão todos reunidos no escritório que a “rádio corredor” está fora do ar.

Antes que boatos possam começar a gerar insegurança e ansiedade, as empresas precisam centralizar as informações.

Passar um relatório semanal de como está a saúde financeira do negócio, explicar possíveis demissões, antecipar ações que impactam as pessoas e detalhá-las são formas de diminuir o burburinho e manter a transparência nos negócios.

 

8. Seja um modelo nos cuidados com a saúde mental

Não é suficiente apenas dizer que apoia a saúde mental. Os gestores precisam ser modelo nesse sentido, para que os membros de sua equipe sintam que podem priorizar o autocuidado e estabelecer limites. 

Na maioria das vezes, os gestores estão tão focados no bem-estar de sua equipe e na realização do trabalho que se esquecem de cuidar de si mesmos.

Por exemplo, uma dica é compartilhar que você está dando uma caminhada no meio do dia, tendo uma consulta de terapia ou priorizando uma pausa para não se esgotar.

? O que é psicologia organizacional e como usar na gestão de pessoas

 

9. Dê atenção à comunicação 

Incentivar os feedbacks, conversas informais entre equipe e um canal de comunicação entre líder e liderado é essencial para promover a saúde mental no home office. 

Isso porque os colaboradores precisam ter a segurança de que seu trabalho está sendo visto, entender se estão no caminho certo e o que precisam aprimorar. 

Além disso, o convívio entre colegas fortalece o espírito de time e o trabalho compartilhado, dessa forma, estimular calls entre os colaboradores na hora que era destinada ao café no escritório podem ajudar a manter o engajamento.

 

10. Ofereça apoio psicológico

Se a empresa tiver condições de oferecer uma conversa rápida semanal com um psicólogo ou profissional de RH para cada colaborador, as chances de se ter problemas relacionados ao adoecimento mental são minimizadas. 

O segredo para enfrentar esse período de incertezas e mudança de rotina é a empatia. 

A empresa precisa que cada profissional dê o seu melhor, por outro lado, os colaboradores precisam do apoio da organização para poderem aprender a lidar com essa nova realidade. 

E na sua empresa? O que tem sido feito para manter a saúde mental dos colaboradores?

Larissa Gracietti

Larissa Gracietti

Voar pelo conteúdo

A plataforma completa para aumentar o engajamento e desempenho de colaboradores

Outros conteúdos que você pode gostar

Cadastre-se e receba os melhores conteúdos sobre engajamento e desempenho em primeira mão!