15 indicadores de gestão de pessoas essenciais para o RH

Profissional de RH acompanhando indicadores de gestão de pessoas

Sabemos que a área de RH é essencial em todas as empresas. Afinal, esse setor é responsável por manter os processos alinhados conforme o desempenho e competências de cada colaborador

Pensando nisso, mostraremos  quais são os principais indicadores de gestão de pessoas que devem ser acompanhados pelos profissionais de Recursos Humanos com muita atenção.

[Ebook] Indicadores do RH analítico

 

O que são indicadores de gestão de pessoas?

Os indicadores de gestão de pessoas são fatores que mensuram as ações realizadas dentro da empresa pelo RH, a fim de descobrir o sucesso da empresa, produtividade e satisfação dos colaboradores. 

Esses pontos indicam o que pode ser melhorado, o que está se encaminhando bem e o progresso dos projetos realizados dentro da organização. 

Existem diversos indicadores de desempenho de RH que são específicos para cada ação realizada na empresa. 

Além disso, esses indicadores oferecem uma análise mais detalhada sobre os resultados obtidos em cada projeto. 

 

A importância de indicadores em gestão de pessoas

Se a sua empresa ainda não possui KPIs (Key Performance Indicators, em português Indicadores-chave de Performance), então falaremos da importância de descobrir esses fatores. Veja:

 

Verifica a atual situação da empresa

Ao saber o desempenho dos principais indicadores de RH, a visão sobre a atual situação da empresa será mais clara. 

Dessa forma, os gestores e líderes poderão encontrar soluções para melhorar os resultados ruins ou focar nos pontos positivos que trazem retornos. 

 

Definir metas

Os resultados dos indicadores de gestão de pessoas ajudam a definir metas para cada projeto na empresa.

Além de traçar as metas, é importante motivar as equipes e oferecer feedbacks para os seus colaboradores se sentirem mais motivados em relação aos novos objetivos.

 

Medir resultados

Sabe aquele projeto ou ação realizada pelos seus colaboradores que a sua equipe não sabe se trouxe resultados?

Os indicadores de gestão de pessoas auxiliam na mensuração dos resultados, oferecendo maior compreensão sobre as ações realizadas. 

 

Prever o futuro da instituição

Dependendo dos resultados dos indicadores de RH, a percepção sobre o futuro da empresa se torna mais clara.

Afinal, os indicadores apontam resultados ruins ou bons, dependendo dos desempenhos das ações e performances dos funcionários. 

 

Principais indicadores de desempenho RH

Agora que você sabe o que são indicadores de gestão de pessoas e a importância de mensurar esses fatores, então saiba quais são as principais métricas que impactam diretamente a sua empresa.

Ao se preocupar com esses indicadores, o RH pode mostrar o seu valor para todos na sua empresa, tanto para os colaboradores, quanto para os diretores da instituição. Confira:

 

1. Absenteísmo

O absenteísmo é um termo utilizado para indicar a ausência do funcionário no trabalho. 

Ao entender qual a taxa média de absenteísmo na empresa é possível descobrir quanto dinheiro foi perdido pela ausência dos trabalhadores.

Para calcular esse indicador de RH é preciso dividir o número de ausências pela quantidade total de dias trabalhados. 

 

2. Turnover

O índice de Turnover ou Rotatividade mostra o número de colaboradores que saem e entram na empresa, em determinado período.

A taxa desse indicador mostra se existe uma baixa atratividade da empresa no mercado e se o nível de insatisfação em permanecer na empresa está alto. 

 

3. Investimentos em treinamento interno

Sabemos sobre a importância de manter os profissionais treinados para entregar resultados melhores no dia a dia de trabalho.

Por isso, investir e medir os resultados dos treinamentos na empresa é fundamental para descobrir o impacto financeiro desses investimentos.

 

4. Investimento em desenvolvimento

Além de treinar os colaboradores para que consigam fazer melhor o seu trabalho, a capacitação profissional é um ótimo recurso para aumentar a motivação e a produtividade dos funcionários. Isso inclui o incentivo a cursos profissionalizantes, de idiomas e até mesmo desenvolvimento das soft skills.

Portanto, é necessário medir esse fator para descobrir se esse tipo de investimento traz retornos para a empresa e ao colaborador.

 

5. Clima organizacional

O clima organizacional impacta a satisfação, a motivação e a produtividade dos trabalhadores.

É possível medir esse indicador ao questionar se o funcionário está satisfeito no local de trabalho, se o ambiente é saudável, entre outros pontos que correspondem às suas expectativas.

 

6. Efetividade no recrutamento e seleção

Um processo de recrutamento e seleção realizado com sucesso pode trazer ótimos resultados para a empresa.

Ao saber o índice de eficiência dos processos seletivos, o RH consegue mostrar melhores resultados aos diretores da instituição. 

 

7. Saúde ocupacional

Esse indicador realiza um cálculo para descobrir o número de exames de saúde realizados pelos profissionais, incluindo admissão, demissão, periódicos, entre outros.

Esse cálculo ajuda o RH a entender os valores gastos com esses exames, a sua efetividade e as despesas para a empresa. 

 

8. Horas extras

Muitos profissionais gostam de realizar horas extras no trabalho para cumprirem as suas tarefas e/ou receberem mais dinheiro.

Porém, é preciso medir se a quantidade de horas extras realizadas pelos funcionários está sobrecarregando as equipes, gerando novas demandas de trabalho ou indicando a nova contratação de colaboradores. 

 

9. Lucro por empregado

Cada funcionário gera gastos para a empresa, portanto, é esperado receber um retorno sobre esse investimento.

Por isso, o indicador sobre o lucro por empregado precisa ser calculado para descobrir qual retorno financeiro do empregado para o seu negócio.

 

10. Índice de reclamações trabalhistas

Infelizmente, qualquer empresa pode receber reclamações trabalhistas capazes de prejudicar a instituição. 

Ao receber notificações das legislações trabalhistas, a empresa precisa calcular o número de reclamações trabalhistas e o número de funcionários desligados.

O objetivo desse índice é encontrar soluções para melhorar o bem-estar do colaborador, condições do local de trabalho e a diminuição das reclamações.

 

11. Retorno de benefícios corporativos

Esse indicador mostra se os investimentos nos benefícios empresariais oferecidos trazem retornos ou não para a empresa e colaboradores. 

Para descobrir esse índice, o RH precisa entender os gastos com os benefícios concedidos e o número de funcionários durante um período.

Os resultados desse indicador mostram se o investimento traz resultados, como motivação, satisfação, bem-estar e produtividade. 

 

12. Índice de desempenho

É possível medir o indicador de desempenho dos profissionais analisando 3 elementos: custo, tempo e qualidade. 

O resultado desse índice pode ajudar a definir melhor as tarefas dos projetos futuros, a fim de diminuir o custo e tempo, além de melhorar a qualidade e o desempenho.

Outros fatores podem ser analisados, dependendo do negócio e das necessidades de cada demanda de trabalho. 

 

13. Promoção de cargos

Esse índice mostra a efetividade dos planos de carreira propostos dentro da empresa.

Com esse índice é possível fazer uma análise sobre os trabalhadores que foram promovidos e as novas contratações para determinados cargos na instituição.

Dependendo dos resultados, é necessário estudar novos formatos para o plano de carreira e investir em mais treinamentos e capacitação dos colaboradores. 

 

14. Competitividade salarial

O indicador de competitividade salarial faz comparação entre os salários oferecidos dentro da empresa com os ofertados no mercado de trabalho.

Ao fazer esse comparativo, a instituição entenderá se os valores oferecidos precisam ser ajustados ou se o pacote de benefícios deverá ser complementado.  

Uma ótima forma de levantar os dados do mercado para descobrir os salários e benefícios ofertados pela concorrência é a pesquisa nos anúncios de vagas e guias salariais.

 

15. Indicador de acidentes de trabalho

Existem empresas que possuem um programa de prevenção aos acidentes de trabalho por conta das atividades realizadas no dia a dia. 

Portanto, é necessário estudar os possíveis riscos e desenvolver estratégias eficazes para enfrentar os problemas. 

Uma fórmula para mensurar esse indicador é a multiplicação do número de acidentes por 100 para depois dividir pelo total de profissionais ativos.

Ei, RH! Quais desses indicadores de gestão de pessoas você possui na sua empresa? Vamos começar a medí-los? 🚀

Se inscreve aí na nossa news 🤩

Tá a fim de receber conteúdos incríveis como esse direto na sua caixa de entrada? Então é só colocar seu e-mail aqui embaixo e assinar a newsletter do Blog da Feedz!

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Artigos relacionados