Feedback sanduíche: entenda por que não usar essa técnica com a sua equipe

A estrutura do feedback sanduíche é assim: diga algo legal; dê o feedback crítico; diga algo legal. Descubra agora mesmo o motivo disso ser tão prejudicial.

Os gestores têm a missão de descobrir maneiras de fornecer aos funcionários feedback de melhoria — de maneira confortável e gentil. No entanto, estudos indicam que o feedback sanduíche não funciona. E pode até ser prejudicial ao feedback dos funcionários.

Por isso, neste conteúdo vamos entender os motivos que fazem o feedback sanduíche não ser recomendado e o que pode ser feito no lugar.

Guia prático para estruturar um programa de feedback

O que é o feedback sanduíche? 

O feedback sanduíche é uma técnica que consiste em transmitir um feedback construtivo entre duas mensagens positivas ou elogios. 

Ou seja, é como se você montasse um “sanduíche” com um elogio, um feedback de melhoria e finaliza com mais um elogio. Mas, a mensagem que verdadeiramente se deseja transmitir é o “recheio”. 

Sendo assim, a estrutura do feedback sanduíche é composta por:

 

Pão

A conversa geralmente inicia com um feedback positivo. Nessa etapa, a pessoa que está fornecendo o feedback reforça os elogios ao que o outro interlocutor está fazendo bem. 

 

Recheio 

Aqui entra a mensagem que você realmente queria transmitir: o feedback construtivo. Durante a mesma conversa, após os elogios, a pessoa que está fornecendo o feedback aponta os pontos de melhoria de alguma situação ou comportamento específico. 

 

Pão

Por fim, a conversa termina com outra seção dedicada ao feedback positivo. A intenção é terminar a conversa com elogios para amenizar o clima. 

Dessa forma, a mensagem que se desejava transmitir estava disfarçada no meio de dois elogios. 

 

Exemplo de feedback sanduíche

Para não restar dúvidas sobre a técnica de feedback sanduíche, confira o exemplo prático a seguir: 

  • Pão: “João, você sempre entrega seus relatórios pontualmente e a equipe realmente aprecia seu comprometimento com os prazos.”
  • Recheio: “No entanto, notei que algumas vezes as análises não são tão detalhadas quanto poderiam ser. Seria ótimo se você pudesse aprofundar um pouco mais nisso.”
  • Pão: “Tenho certeza de que com sua dedicação, você pode melhorar nesse aspecto e tornar seus relatórios ainda melhores!”

 

👉 Confira também: 20 exemplos de feedback escrito para engajar os colaboradores!

 

Por que não usar a técnica de feedback sanduíche?

Um artigo publicado pela Forbes afirma que o feedback sanduíche é uma técnica bem intencionada. Porém, dizer algo legal, para depois dizer que o realmente se quer dizer e voltar a dizer algo legal não é eficaz. 

Isso porque entendemos que o feedback sanduíche pode até suavizar o impacto da mensagem que se deseja transmitir, mas gera falta de confiança

Além disso, também podemos citar outros contras da técnica: 

 

Mensagem incorreta

O colaborador pode ficar confuso com a mensagem. Como são dois elogios e um aspecto a ser melhorado, pode acontecer de o colaborador entender a mensagem da forma incorreta e considerar que está tudo bem. Afinal, teve mais elogios do que críticas.

 

Comportamento humano

O escritor Joe Hirsh, autor do livro “The Feedback Fix“, afirma que ao receber um feedback negativo o cérebro humano automaticamente se coloca em modo defensivo. Portanto, algumas pessoas podem ficar tão preocupadas em se defender que não prestarão atenção no que está sendo dito.

 

Não é efetivo 

O feedback sanduíche é usado para facilitar a compreensão de coisas difíceis. O formato se concentra muito em proteger os sentimentos de quem vai receber a crítica ou sugestão. Isso faz com que a comunicação fique muito formal, a mensagem soa como artificial e, consequentemente, o feedback não é efetivo.

 

Quebra a confiança 

Quando você elogia alguém somente para “aliviar” a mensagem que realmente deseja transmitir, arrisca perder a confiança dessa pessoa. Afinal, quem recebe a mensagem nunca saberá quando está sendo realmente elogiado ou quando o elogio é apenas uma estratégia para não ficar desconfortável com o feedback. 

 

Falta de compreensão

Quando expressões como “mas” e “porém” são utilizadas costumam deixar os colaboradores confusos. Essas palavras ou sinônimos marcam a transição do primeiro elogio para o feedback. Geralmente é nesta transição que ocorre a falta de compreensão. 

 

4 alternativas para um feedback eficiente 

Ambientes que valorizam o erro, vendo-o como algo saudável geralmente cultivam uma cultura de testes, na qual as pessoas são livres para propor novas ideias, realizar testes e medir os resultados.

Isso torna o ambiente de trabalho mais saudável e a cultura do feedback é mais valorizada. 

Esse é um dos maiores desafios para as empresas. Pensando nisso, apresentamos 3 alternativas ao feedback sanduíche. Confira! 

 

1. Feedback contínuo

Quer criar uma cultura de desenvolvimento pessoal e profissional constante? O feedback contínuo é uma excelente alternativa.

Diferente do feedback sanduíche, neste formato não existe a insegurança de como a mensagem será recebida.

Afinal, o feedback contínuo não precisa de cerimônias. É apenas uma conversa entre líder e liderado sobre pontos de atenção e melhorias.

Como o feedback contínuo faz parte da rotina, ele é mais rápido, informal e pode até ser enviado por e-mail. Quando se torna um hábito, faz parte da rotina de maneira muito natural.

 

2. Reuniões One-on-One (1:1)

As reuniões one-on-one são aqueles encontros em que líderes e liderados conversam individualmente sobre produtividade, desafios, desenvolvimento profissional e até questões pessoais. 

A periodicidade do 1:1 pode ser semanal, quinzenal ou até mensal. Como a reunião é realizada regularmente, não gera nenhuma ansiedade, preocupação ou insegurança. Como o feedback sanduíche.

É um momento em que os colaboradores sentem que de fato são ouvidos, acolhidos, valorizados e apoiados pela empresa

Baixar kit one on one

 

3. Feedforward

Você já ouviu falar em feedforward? Sua tradução literal significa “olhar para a frente”. Sendo assim, é o oposto ao feedback, que olha para o que passou. 

O feedforward é uma sugestão ou recomendação para o futuro. Seja para realizar um comportamento ou atividade.

O feedforward é autêntico, pode ser usado em qualquer momento e tem impacto. Ele segue a seguinte lógica: melhor ajudar as pessoas a acertarem do que provar que elas erraram. 

 

4. Método da Netflix (Começar, Parar e Continuar)

Nesse tipo de feedback, os colaboradores são orientados por seus colegas sobre o que devem parar, começar ou continuar a fazer.

Então, aqui estão três perguntas desse método de feedback:

  • O que você deve parar de fazer?
  • O que você deve começar a fazer?
  • O que você deve continuar a fazer?

 

Você deseja alguns exemplos escritos desse método? Nós preparamos um material gratuito com uma explicação completa sobre esse método, além de exemplos escritos de feedback. 

 

Feedz: a plataforma para fortalecer a cultura de feedback

Aqui na Feedz, nós entendemos que a cultura de feedback bem estabelecida reforça o desenvolvimento profissional e o crescimento contínuo. 

Por isso, ao contratar uma das soluções da Feedz, você ganha outras funcionalidades como feedback, 1:1, mural de celebração, termômetro emocional, entre outras. Tudo para ajudar na missão de tornar o feedback parte do DNA da sua companhia. 

Não perca mais tempo! Conheça agora mesmo a plataforma e o que ela pode fazer pelo seu RH! Preencha o formulário e solicite uma demonstração gratuita. 👇

Nenhum post relacionado encontrado

Veja o que estão comentando

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Preencha o formulário abaixo e em breve o nosso time de especialistas entrará em contato!