OKR em tempos de crise

Como usar OKRs em tempos de crise

+ Sobre Bruno Soares
CEO e Co-founder na Feedz

 

No início de Março de 2020 quando percebemos que as coisas com o coronavírus estavam ficando mais sérias, ficou claro que os impactos na economia e nos negócios seriam enormes.

Uma pergunta que nosso clientes começaram a nos fazer é: o que faremos com nossos OKRs? Devemos jogar fora?

Logo pensei em escrever um artigo sobre como usar OKRs em tempos de crise, mas tinha um problema: eu não sabia muito como gerenciar OKRs em tempos de crise.

Como gestor ou como empreendedor, eu nunca havia passado por uma crise, muito menos dessas proporções.

Então, decidi estudar mais, conversar com outros gestores e especialistas na área, me aprofundar e rodar alguns testes dentro da própria Feedz.

Baseado em teoria e prática, montei o que acredito ser boas práticas em como usar OKRs em momentos assim.

1) Não demore para agir

Se “cash is King” podemos falar que o tempo é a rainha.

Identifique o que mudou no seu mercado, o quanto vai ser impactado, elabore pelo menos 3 novos planos e decida qual sua empresa vai seguir.

Dias aqui podem ser a diferença entre sobreviver ou morrer.

2) Atualize os números

Com o plano escolhido, defina os novos OKRs para todas as áreas. O comercial tinha um Resultado Chave onde deveria vender para 100 pequenos negócios? Mude para algo realista: que tal 30? Ou talvez 120? Vai depender do seu negócio.

Não adianta os times terem objetivos em que eles não acreditam mais que sejam atingíveis.

3) Foque ainda mais

Os times tinham cinco objetivos? Mire em apenas um.

Eram cinco resultados chave por objetivo? Coloque apenas dois ou três.

No final, cada time deve ficar com apenas um objetivo com dois ou três resultados chave.

Os recursos ficaram mais escassos, precisamos saber precisamente onde colocar mais energia.

4) Aumente a frequência de acompanhamento

Como falamos antes, o tempo é algo super importante. Nunca o volátil e incerto do mundo VUCA foi tão volátil e tão incerto.

A verdade de uma semana não é a verdade para próxima e precisamos nos atualizar e agir a todo momento.

Aumente a frequência de toda gestão de OKR. A reunião de check in deve ser semanal.

Na Feedz por exemplo, em Q2 estamos fazendo OKRs mensais, pois em cada mês queremos aprender e aplicar táticas diferentes porque cada mês tem se mostrado diferente um do outro.

5) O jogo mudou, olhe também para esforço

Uma coisa que sempre falo sobre OKR, é que não foi feito para medir esforço, ele é pensado para medir resultado e causar impacto positivo no negócio.

Porém, no meio dessa confusão toda, muitos processos deixaram de funcionar.

A quantidade de lead gerado, a conversão, a utilização do produto, as reuniões agendadas… de uma hora para outra os volumes absolutos e as taxas de conversões ficaram diferentes.

Então não adianta colocar apenas resultados chave olhando para resultado do negócio, pois eles podem não vir como imaginado.

Combine com resultados chave de esforços (leading indicators) para garantir que estamos dando nosso melhor em algumas ações importantes.

Exemplo de um OKR de Sucesso do Cliente:

Objetivo: não vai sair ninguém!

Resultado chave 1: Garantir net churn máximo de 5%;

Resultado chave 2: Ter uma call de apoio com os 200 principais clientes da empresa;

Não desista!

Muitas empresas não conseguiram fazer essa transação e desistiram de usar OKR ou outras metodologias de gestão.

No momento onde as pessoas mais estão com medo, estão perdidas, sem comunicação, etc, algumas empresas tiraram a principal ferramenta de direção e foco da empresa.

Então a dica é: não desista, siga essas e outras dicas e volte para os trilhos, caso contrário é possível que suas equipes percam a direção e por consequência a empresa também.